Notícias e Destaques Os Benefícios da castanha

Uma porção de ‘oleaginosas’, vulgo -castanhas, é um punhado ou o equivalente a uma xícara de café! Seu punhado pode ser de um tipo somente ou um mix de castanhas, mas lembre-se nunca ultrapasse mais de 5 castanhas do Pará ao dia e consuma preferencialmente sempre torradas e sem sal.

Avalie bem a procedência, conheça a loja, estoque, tome cuidado de lojas que vendem a granel e certifiquem-se que seguem padrões de qualidade FIFO (first in first out). Castanhas velhas rancificam (oxidação das gorduras) que além de ter sabor horrível fazem mal à saúde. Outro risco de não se conhecer a procedência de castanhas e comê-las cruas é o alto grau de contaminação por fungos que produzem micotoxinas perigosíssimas como a aflatoxina e ocratoxina, que fazem muito mal à saúde e podem causar câncer hepático (fígado). Portanto, consumir castanhas é bom, saudável e essencial, mas conhecer a proveniência é tão importante quanto seu consumo, por isso que neste caso os pacotinhos industrializados são superiores (caso duvide do ponto de venda), pois tem toda uma cadeia de controle de qualidade que valide os procedimentos de segurança alimentar!

 

************************************

Andrea Alterio é Nutricionista formada na Universidade São Camilo (SP) com especialidade em Oncologia Multiprofissional pelo Hospital Israelita Albert Einstein. Mestre em Nutrigenética e possui outras 4 especializações em Nutrição Clínica, com ênfase em Metabologia e Bioquímica Médica, Nutrição Funcional, Obesidade e Esportes além de um Master em Nutrição Humana comportamental (coaching nutricional) em Roma, Itália.  Atualmente trabalha em consultório clínico, em São Paulo e Interior.